+ Reply to Thread
Page 1 of 2 12 LastLast
Results 1 to 10 of 15

Thread: Translate an interview done in Portugese

 
  1. #1
    New Member
    Join Date
    Apr 2009
    Age
    51
    Posts
    3
    Rep Power
    0

    Default Translate an interview done in Portugese

    I am having trouble translating this. I know that the online translators can do it, and you can dig through and find a LITTLE about what the interviewee is trying to say, but I need an actual translation to express the meaning of the statements, not just word for word since Portugese and English don't have a lot of crossover in some things.

    Here's the interview, and below is the link to the page.

    Can someone assist?



    Anderson Silva fez história no UFC. Mais uma vez colocando seu cinturão em jogo no UFC 97, o brasileiro venceu sua nona luta consecutiva e se consagrou com o maior vencedor da história do evento, superando as marcas de Royce Gracie e Jon Fitch. Porém, muito se falou sobre a atuação do campeão na luta contra Thales Leites, quando precisou, pela primeira vez, dos cinco rounds para vencer o combate, na decisão dos juizes. Para responder aos questionamentos dos fãs, a TATAME foi atrás de Anderson, respondeu aos críticos uma entrevista exclusiva, onde falou sobre Thales, Wanderlei Silva, a vitória de Shogun e muito mais.

    O que achou da luta? Saiu tudo como você estava esperando?

    Mais uma vez conseguimos fazer nosso trabalho. Só fiquei chateado de ter lutado com o Thales, não fiquei feliz com isso, mas trabalho é trabalho. A luta foi boa, acho que a gente conseguiu ter um bom aproveitamento no que treinamos, nossa estratégia foi boa, imaginamos o que o Thales poderia fazer e, graças a Deus, os treinadores conseguiram me ajudar e foram perfeitos, cada um na sua especialidade. Todo mundo me ajudou e estou muito feliz com o meu trabalho. As experiências que estamos fazendo, tudo o que estamos estudando tem dado certo.

    Como você se sente sendo o recordista de vitórias no UFC, superando o Royce Gracie?

    Poxa, cara... Ser o campeão do evento que o Mestre Rorion Gracie introduziu nos Estados Unidos e podendo chegar perto... Não quero nunca que haja essa comparação, quem sou eu para ser melhor ou pior que o Mestre Royce. Mas, podendo de uma forma ou outra representando o Brasil, que o título continua no Brasil, então continuo honrado por conseguir esse feito e poder manter o cinturão aqui.

    O que você achou das críticas que vem recebendo após a luta?

    A cada dia que passa a gente vai ficando mais velho, o reflexo não é mais o mesmo... Lutar com um garoto como o Thales e tentar fazer coisas que talvez me colocassem em risco não seria bom para a minha carreira. De uma forma ou de outra ele lutou bem, veio bem preparado, mas eu teria muita coisa a arriscar. Eu não vou arriscar uma coisa que demorou muito tempo para eu conquistar. Acho que os fãs estão falando, criticando... Cada um tem sua opinião, tenho que respeitar a opinião deles, afinal de contas eles estão sempre lá aplaudindo, mas, de uma forma ou de outra, estou feliz, consegui fazer bem o meu trabalho. Toda a minha equipe ajudou para que chegássemos onde estamos e não tenho muito o que falar. Infelizmente, nem sempre dá para fazer o que as pessoas querem. Procuro lutar para não me machucar e isso tem dado certo durante todos esses anos. Às vezes posso lutar mais rápido, outras vezes não, e uma luta conservadora, mostrando superioridade, é melhor pra mim, para a minha carreira e os atletas que lutam comigo. Até porque o Thales é um atleta perigoso e não poderia arriscar uma coisa a mais.

    A estratégia do Thales te surpreendeu?

    Não. Acho que a gente estava ciente e tínhamos treinado todo o que ele poderia fazer. Ele viria preparado e determinado a vencer, mas a gente conseguiu anular o jogo dele. Queria agradecer ao Lyoto (Machida), André Galvão, Mestre Sylbio Behring, (Josuel) Distak, pessoas que foram determinantes para que essa luta acontecesse e conseguíssemos esse resultado. O trabalho que fiz com o Nogushi, Rogério Camões, Macarrão e todas as pessoas que me deram uma força para que eu chegasse bem preparado nessa luta. Acho que consegui honrar o Jiu-Jitsu nogueira, mostrar que fiz jus ao Jiu-Jitsu que aprendi o tempo todo... Conseguimos fazer o que nos propusemos e, infelizmente, nem sempre dá para ser como as pessoas querem, fazer o que... A gente tenta. Quero pedir desculpas ao Thales, o Dedé (Pederneiras) e a equipe Nova União. Já treinei várias vezes na Nova União, com o Dedé, Mestre Shaolin, e não gostei de fazer essa luta, mas, somos profissionais. Gostaria de dar os parabéns ao Thales, ele é um grande lutador.

    Depois do terceiro round, o Feijão e o Distak falavam para você soltar o jogo e partir para cima. Porque você decidiu manter a estratégia dos rounds anteriores?

    A gente estava conseguindo anular o jogo do Thales e não ia mudar a estratégia. A gente conseguiu, do primeiro ao último round, anular totalmente o jogo do Thales, apesar da pontuação dos juizes ficar meio maluca, não sei que lutas eles viram, mas a estratégia que fizemos foi boa. O Distak falou para eu fintar mais, atingir mais os meus golpes, e todas as instruções que o Feijão passou eu fiz e isso nos trouxe mais uma vitória. O tipo de treinamento que a gente faz, a estratégia que a gente faz para cada luta, tem trazido um resultado positivo. Enquanto estiver assim, não temos que mudar nada. Vamos sempre procurar surpreender o adversário, confundir eles e minimizar as chances de erro.

    Você já bateu grande parte dos lutadores tops do UFC na sua categoria... Isso te desmotiva a continuar lutando no seu peso?

    Não, muito pelo contrário. Estou muito motivado a lutar, continuo feliz de estar fazendo o meu trabalho, mas é como te falei. Não sou mais um garoto, tenho muito a perder. Demorei tanto tempo para chegar até aqui e a gente, conforme chega a idade, faz lutas mais conservadoras, não vou me expor e ser nocauteado. Tenho que ser o máximo eficiente possível com qualquer adversário que lutar e é isso que estamos nos propondo, com tanto estudo que temos feito em cima dos adversários, treinamentos, vendo vídeos, conversando com várias pessoas... As pessoas não tem noção, a gente ficou quase um mês inteiro conversando com toda a equipe técnica, nosso médico, fisiologista, várias pessoas, para ver o que poderíamos ou não fazer durante a luta. Estou muito feliz pelo resultado, consegui usar pessoas que estão dispostas a me ajudar na parte técnica, física e teórica. E isso está trazendo resultado. Estou feliz, estou motivado, amo lutar no UFC, mas as pessoas tem que entender que luta é luta, estou fazendo uma luta que conserve a minha saúde, técnica, e que seja sempre assim, superior em alguns momentos da luta. Uma hora vou perder, não sou imbatível, mas o controle que fazemos não tem nada de errado.

    Qual o próximo passo para você no UFC? Vai defender seu cinturão ou subir de peso?

    Eu ainda não pensei nisso. Ainda tenho um trabalho a fazer. O Feijão vai lutar, o Maldonado, o Corvo... Agora é focar neles até acabar o trabalho, aí vamos ver o que vai ser feito: se vou lutar na categoria de cima ou colocar ou cinturão em jogo. A gente vai trabalhar, procurar fazer nosso trabalho de uma forma bem diferente, inteligente, para que possamos minimizar cada vez mais as chances de erro.

    E o que você achou da vitória do Shogun?

    O Shogun é um garoto novo, tem tudo pela frente. Todo mundo tem sua fase ruim, ele passou por uma e superou, uma época em que ele não estava bem, teve problemas pessoais, lesões, e ele, bem treinado, já provou que é candidato ao título, apesar de eu estar torcendo para o Lyoto. O Shogun está no caminho certo, fazendo o trabalho dele... A gente teve a oportunidade de estar juntos, ele estava focado, mas eu considero o Chuck um dos melhores lutadores da categoria. Ele é uma lenda do UFC e tem que ser respeitado, ele acabou nocauteado, isso acontece. Luta é luta e agente tem que relevar e pensar em alguns assuntos quando acontece isso. O Shogun está de parabéns, ele se reencontrou e vai dar muito trabalho nessa categoria.

    Você acha que o Liddell deva se aposentar após essa derrota?

    Acho que não. O Liddell é uma referencia do UFC, e, particularmente, se isso acontecer eu vou ficar muito triste, porque ele e o Couture são referencias do UFC, a cara do UFC. Ele tem que falar com a sua equipe, sua família, mas eu acho o Chuck uma pessoa fantástica, um grande campeão, tem que ser respeitado por tudo o que já fez e ainda faz... Sair na mão com um cara como o Shogun, um garoto novo, é difícil... Temos que tirar o chapéu para ele, porque já fez lutas memoráveis e, independente de ser americano ou não, já deu muitas alegrias a todos que o viram lutar.

    O que você achou das declarações do Wanderlei, rebatendo sua entrevista ao Sensei Sportv e dizendo que você está “muito poderoso” e que “a guerra está declarada”?

    Olha, eu não tenho nada contra o Wanderlei, acho que cada pessoa fala o que quer. Ele pode falar o que quiser, mas não considero nenhuma guerra declarada, até porque sou muito bem resolvido em relação ao que fiz e faço dentro do UFC. Independente de tudo, quero deixar bem claro a todo mundo que não cheguei aqui à toa, não sou nenhum bobo. Comecei como qualquer outro lutador, fiz um trabalho bem feito e o Wanderlei é um grande campeão, merece todo o meu respeito. As pessoas falam que eu comentei sobre treino... Não comentei sobre treino, até porque isso não tem sentido, É um código de honra que todo faixa-preta tem... As pessoas falam o que elas querem. Eu respeito todo mundo, o Demian, Thales, Wanderlei, todos os meus adversários. Nunca faltei com o respeito a ninguém, mas também não tenho medo de ninguém. Estou aí pra lutar com quem for, sempre lutei, mas sobre esse comentário aí, “guerra”... Primeiro, para haver uma guerra tem que haver desavenças. Estou tranqüilo, não estou preocupado com isso e as pessoas têm que parar de falar de mim. Falar de mim é fácil, difícil é ser eu. Eu não falo de ninguém, respeito todo mundo. Cada um tem sua limitação, cada um tem seu ponto forte e fraco, mas não estou preocupado com isso, estou preocupado em ajudar o Feijão para sua luta, o Corvo e, depois, a luta do Minotauro.

    Mais uma vez, se de repente eu falei alguma coisa que ele falou que não foi coerente, acho que ele entendeu errado. A gente tem que se respeitar, até porque, de onde a gente veio, uma fofoca dá porrada. Gosto dele, quando ele lutou contra o Chuck eu fiquei me esgoelando na torcida, fui ao vestiário dele quando a luta acabou, mas, enfim... Sempre torci para ele vencer suas lutas, vou fazer de conta que isso não aconteceu, porque é ridículo. Às vezes as pessoas induzem a gente a falar algumas coisas, mas eu não falei nada que supostamente fosse desrespeito ao Wanderlei. Realmente, eu falei do Demian, porque acho um pouco de pretensão o Demian ficar comentando que quer disputar o cinturão. Eu nunca fiz isso, sempre respeitei todo mundo. Quando eu lutei pela primeira vez no UFC, não pedi pelo cinturão, me credenciei a isso. Nunca desafiei nenhum campeão, acho que com isso seria pretensioso e não estaria sendo eu mesmo. Mas estou tranqüilo, cada um sabe o que faz. Desejo a todas essas pessoas que estão falando que sejam felizes, não estou preocupado com isso. Meu trabalho está sendo bem feito e não estou preocupado em fazer fofoca.
    Original web page: http://tatame.com.br/2009/04/21/Anderson-Silva

  2. #2
    New Member
    Join Date
    Apr 2009
    Age
    51
    Posts
    3
    Rep Power
    0

    Default Re: Translate an interview done in Portugese

    Anyone help?

  3. #3
    Contributing User Faraó's Avatar
    Join Date
    Oct 2008
    Location
    مصر‎,
    Posts
    130
    Rep Power
    288

    Default Re: Translate an interview done in Portugese

    Let's wait if someone shows up to assist you. I'm afraid I can't do it because this a Brazilian interview.

  4. #4
    Senior Member exxcéntrica's Avatar
    Join Date
    Jan 2008
    Location
    Spain
    Posts
    1,241
    Rep Power
    1816

    Default Re: Translate an interview done in Portugese

    HI fast, I mean....I think you are not aware at how long it would take to do this translation. How much are you paying?
    Los hombres son superiores a las mujeres porque Alá les otorgó la primacia sobre ellas. Portanto, dió a los varones el doble de lo que dió a las mujeres. Los maridos que sufrieran desobediencia de sus mujeres pueden castigarlas: abandonarlas en sus lechos, e incluso golpearlas.
    No se legó al hombre mayor calamidad que la mujer."


    El Corán (libro sagrado de los musulmanes, recitado por Alá a Maomé en el siglo VI)


  5. #5
    New Member
    Join Date
    Apr 2009
    Age
    51
    Posts
    3
    Rep Power
    0

    Default Re: Translate an interview done in Portugese

    I don't know, how much would you charge? i have brazillian interviews I need translated probably 3 times a month.

  6. #6
    IUS
    IUS is offline
    Administrator IUS's Avatar
    Join Date
    Mar 2001
    Location
    Miami, United States
    Posts
    467
    Rep Power
    100

    Arrow Re: Translate an interview done in Portugese

    Hello FastNoc,

    Here you have information about Translation Pricing and translation price methodology.

    Here about the Translation Process and about The translation of media content and Portuguese Translation.

    If you need more information you could Contact Us for a Free Quote

    Best regards!

  7. #7
    Senior Member exxcéntrica's Avatar
    Join Date
    Jan 2008
    Location
    Spain
    Posts
    1,241
    Rep Power
    1816

    Default Re: Translate an interview done in Portugese

    HI fast, I am happy to see you have your answer now.
    Los hombres son superiores a las mujeres porque Alá les otorgó la primacia sobre ellas. Portanto, dió a los varones el doble de lo que dió a las mujeres. Los maridos que sufrieran desobediencia de sus mujeres pueden castigarlas: abandonarlas en sus lechos, e incluso golpearlas.
    No se legó al hombre mayor calamidad que la mujer."


    El Corán (libro sagrado de los musulmanes, recitado por Alá a Maomé en el siglo VI)


  8. #8
    Senior Member mem286's Avatar
    Join Date
    May 2007
    Location
    Santa Fe, Argentina
    Posts
    1,295
    Rep Power
    2218

    Default Re: Translate an interview done in Portugese

    Quote Originally Posted by IUS
    Hello FastNoc,

    Here you have information about Translation Pricing and translation price methodology.

    Here about the Translation Process and about The translation of media content and Portuguese Translation.

    If you need more information you could Contact Us for a Free Quote

    Best regards!
    Hi fast!

    Hope it helps!
    Last edited by IUS; 04-27-2009 at 11:13 AM.

  9. #9
    Contributing User Faraó's Avatar
    Join Date
    Oct 2008
    Location
    مصر‎,
    Posts
    130
    Rep Power
    288

    Default Re: Translate an interview done in Portugese

    Fast got fast replies. What a precious help!

  10. #10
    IUS
    IUS is offline
    Administrator IUS's Avatar
    Join Date
    Mar 2001
    Location
    Miami, United States
    Posts
    467
    Rep Power
    100

    Default Re: Translate an interview done in Portugese

    Quote Originally Posted by Faraó
    Fast got fast replies. What a precious help!
    Jajaja, I love the animals....

+ Reply to Thread
Page 1 of 2 12 LastLast

Thread Information

Users Browsing this Thread

There are currently 1 users browsing this thread. (0 members and 1 guests)

Posting Permissions

  • You may not post new threads
  • You may not post replies
  • You may not post attachments
  • You may not edit your posts
  •